Com novo calado, porto do Rio Grande poderá receber os maiores navios do mundo

Mais infraestrutura e oportunidades para o Rio Grande do Sul e o Brasil. Com a homologação do novo Calado nesta segunda-feira (26), que contou com a participação do ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, o Porto do Rio Grande, em Porto Alegre, poderá receber os maiores navios do mundo. As obras, já concluídas, vão facilitar o escoamento da produção e a exportação de matérias primas.

“Ressalto, aqui, a parceria que houve entre o Governo Federal e o governo estadual para que isso se tornasse possível”, disse o ministro. “Com essa homologação, ele [Porto do Rio Grande] se incorpora à rota das grandes viagens, se solidifica como um grande ponto de parada, um ponto importante”, completou Tarcísio de Freitas.

As obras de dragagem de manutenção do canal de acesso aquaviário duraram dois anos. Nesse período, foi realizada uma espécie de limpeza profunda do material do fundo do rio e alargamento e desobstrução de área.

Foram removidos cerca de 16 milhões de metros cúbicos de sedimentos do local. O empreendimento contou com um investimento federal de quase R$ 500 milhões.

O Porto de Rio Grande é conhecido como Porto do Cone Sul, por seu posicionamento geográfico privilegiado juntos aos países do Rio de Prata.

“Porto que já fez esse ano 27 milhões de toneladas, com crescimento de 4% em relação ao ano passado; e a tendência é o crescimento”, acrescentou o ministro da Infraestrutura.

Obras de dragagem

Antes da dragagem, o canal de acesso aquaviário do Porto do Rio Grande estava assoreado, o que dificultava a navegação na área e trazia riscos de acidentes portuários e também ao meio ambiente. Todo o material retirado foi transportado para uma área de aproximadamente 20 quilômetros em direção ao mar aberto. A obra foi autorizada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

O novo calado agora possui 15 metros. A profundidade do canal de acesso externo ficou com 18 metros; e o canal interno, em média, com 16,5 metros. Agora, o local está apto a receber embarcações de até 330 metros de comprimento e 48 metros de largura.

Aeroporto de Porto Alegre

Também nesta segunda-feira (26), em Porto Alegre, o ministro da Infraestrutura vistoriou as obras de ampliação e, 920 metros da pista do Aeroporto Internacional Salgado Filho. Cerca de 82% das obras já foram concluídas. “É uma pista praticamente concluída. É uma pista que estamos fazendo uma expansão muito grande. São mais 920 metros. Vai chegar a 3.200 metros, o que vai colocar Porto Alegre na rota dos principais aeroportos internacionais”, disse o ministro.

Ponte do Guaíba

No período da tarde, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, visitará, em Porto Alegre, as obras da Ponte do Guaíba.

Segundo o Ministério da Infraestrutura, quando concluída, a Ponte Guaíba irá ampliar a interligação da Região Metropolitana de Porto Alegre com o sul do Estado, proporcionando uma conexão sobre o delta do Rio Jacuí sem as interrupções que ocorrem diariamente na ponte existente. A execução da obra é de responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e está orçada em R$ 820 milhões.

A nova ponte terá uma extensão de 2,9 km. Também serão construídos 9,4 km de acessos, viadutos e elevados.

Fonte: Governo do Brasil