Gurias Gremistas acabam superadas pelo Corinthians, líder do campeonato, em jogo na Arena

 

Pela primeira vez na história, as Gurias Gremistas entraram em campo na Arena para disputar um jogo oficial. O Grêmio enfrentou o Corinthians, líder da competição, na tarde deste domingo, na partida de ida das quartas de final do Campeonato Brasileiro Série A1. Mas o resultado não foi o esperado. Em um jogo muito difícil, o Tricolor acabou superado pelo placar de 3 a 0.

Com a equipe um pouco modificada devido aos casos de covid-19 diagnosticados na última semana, a técnica Patricia Gusmão escalou Raíssa, Sinara, Bruna Flôr, Ana Alice, Rebeca, Pri Back e Tchula, Mayara,  Ju Oliveira, Gisseli Mariano e Karol Lins.

A partida iniciou equilibrada e muito disputada no meio-campo. A primeira chegada ao ataque foi das adversárias aos 3 minutos, quando Tamires recebeu na meia direita e fez um cruzamento na pequena área, mas Raíssa saiu do gol para fazer a defesa.

Já o Grêmio chegou ao ataque aos 7 minutos, com Rebeca acionando Gisseli Mariano no meio, na intermediária. A camisa 11 tentou uma enfiada de bola na área, mas a goleira fez a defesa. Minutos depois, foi a vez de Gisseli Mariano tabelar com Karol Lins e tentar a finalização, mas a zaga fez o corte.

Com 11 minutos jogados, as gurias tiveram uma chance em cobrança de escanteio. A bola foi colocada na boca do gol, afastada pela defesa, que após o lance cometeu falta sobre as gremistas. Na cobrança, Pri Back chutou, a bola explodiu na barreira e chegou a Rebeca, que finalizou em curva, mandando muito perto da meta, mas ela saiu à esquerda.

O Corinthians passou a pressionar ainda mais e, aos 17’, chegou com uma jogada bem trabalhada de pé em pé, por duas vezes. Primeiro, Giovana recebeu na área, girou e finalizou para boa defesa de Raíssa. Em seguida, foi a vez de Tamires chutar forte da meia direita, obrigando a defesa em dois tempos da camisa 1.

Com a partida favorável para as paulistas, aos 20 minutos, elas conseguiram efetividade e, depois de uma falha defensiva, abriram o marcador. No lance, a bola sobrou para Giovanna Crivelari, que na frente da área chutou, deslocando Raíssa e marcando o primeiro gol paulista.

Passados 30 minutos, as adversárias mais uma vez chegaram bem, agora com um chute forte de Adriana na meia direita. Raíssa se atirou para fazer a defesa e impediu o gol corinthiano. Cinco minutos depois, o Tricolor tentou responder com Gisseli Mariano, pela esquerda. A camisa 11 fez uma jogada individual, passou por duas marcadoras, mas o chute saiu fraco e a bola ficou com Lelê, que defendeu.

Aos 40 minutos, o Corinthians ameaçou com Adriana, que invadiu a área e cruzou fechado, para mais uma boa defesa de Raíssa, que segurou firme.

Já os acréscimos, a resposta gremista: Ju Oliveira teve a grande chance de igualar o placar, quando Karol Lins girou em cima da marcação e serviu a atacante, que estava chegando na bola, mas a goleira Lelê se antecipou e defendeu.

O Grêmio voltou igual para a etapa complementar, mas os minutos iniciais não foram bons para o Tricolor. Aos 4 minutos, pelo lado esquerdo, o Corinthians fez um cruzamento na área e Ana Alice acabou desviando de cabeça, enganando a goleira Raíssa – a bola acabou no fundo das redes e surgia ali o segundo gol paulista. No minuto seguinte, as adversárias conseguiram marcar o terceiro, com Giovanna Crivelari. O lance se desenhou com um cruzamento preciso de Portilho para a atacante, que finalizou livre.

Aos 13 minutos, a técnica Patrícia Gusmão fez a sua primeira alteração na equipe, tirando Mayara para colocar Eudimilla. Trabalhando pela esquerda, Eudimilla abriu para Ju Oliveira, que acionou Pri Back mais ao meio. A camisa 7 chutou, mas mandou à direita da meta paulista.

O Tricolor tentou descontar em lances de contra-ataque. Em um deles, Pri Back acionou Gisseli Mariano, que abriu para Ju Oliveira, mas ao final, a defesa paulista cortou o lance.

Outras três substituições foram promovidas: Jé Alves e Marta ocuparam os lugares de Ju Oliveira e Karol Lins. Ana Alice, que sentiu um mal estar durante a partida, precisou de atendimento da ambulância e também acabou substituída por Yasmin.

Na reta final da partida, o Tricolor ainda tentou com Marta, que desceu pela esquerda e chutou, deslocando a goleira Lelê. A bola explodiu na trave, mas a atacante estava impedida.

Do outro lado, o Corinthians tentou ampliar com Grazi, que finalizou de primeira um cruzamento que recebeu dentro da área, mandando por sobre a meta.

A técnica Patrícia ainda promoveu uma última substituição, colocando Karina no lugar de Gisseli Mariano, mas não houve tempo para a mudança no marcador.

Com o resultado, o Tricolor viaja para São Paulo em desvantagem para a decisão das quartas de final.

Fotos: Fernando Alves | Grêmio FBPA

Grêmio x Corinthians (Brasileiro Feminino A1)

Fonte: Grêmio Foot-ball Porto Alegrense