Governo pede ação da União, lança chatbot e solicita auxílio da China para combate ao coronavírus nesta quinta-feira (2/4)

Governo pede ação da União, lança chatbot e solicita auxílio da China para combate ao coronavírus nesta quinta-feira (2/4)

3 de abril de 2020 0 Por admin

O governo do Estado seguiu trabalhando nesta quinta-feira (2/4) para combater a pandemia do coronavírus no Rio Grande do Sul. Pela manhã, o governador Eduardo Leite participou de videoconferência com governadores e secretários dos Estados que fazem parte do Consórcio de Integração Sul e Sudeste (Cosud). Os membros concluíram uma carta com demandas endereçadas ao governo federal.

Durante a reunião, cada governador apontou problemas enfrentados no seu Estado e as demandas mais urgentes relacionadas ao enfrentamento da Covid-19. Leite destacou, entre outras iniciativas, que a situação no Rio Grande do Sul é dramática. “Sabemos que o governo federal tem anunciado algumas medidas e que não é simples resolver a situação. Mas nós, principalmente Sul e Sudeste, precisamos de ajuda, e ela tem de ser imediata”, ressaltou.

À tarde, em transmissão ao vivo pela internet, Leite informou o envio de uma carta ao governador da província de Hubei, Wang Xiaodong, solicitando cooperação científica para superar a pandemia e auxílio material, incluindo o envio de luvas, máscaras N95, aventais e kits de testagem, além de equipamentos hospitalares, principalmente respiradores. “Invocamos esse laço de fraternidade, especialmente porque está muito difícil viabilizarmos, no mercado, a aquisição desses equipamentos tão fundamentais nesse momento”, disse. Hubei foi a primeira cidade chinesa a manifestar a disseminação do coronavírus no mundo e, nestes quatro meses, tornou-se referência no combate à pandemia de Covid-19.

Durante a transmissão, o governador também apresentou um dispositivo de inteligência artificial (chatbot) destinado a responder perguntas sobre o tema coronavírus na plataforma rs.gov.br e no site da Secretaria da Saúde. O chatbot poderá responder a questionamentos sobre a transmissão do vírus, os principais sintomas da doença, as formas de prevenção e a expansão do Covid-19 no Estado, por exemplo.

Também nesta quinta-feira (2/4), a Fundação de Atendimento Sócio-Educativo (Fase) e o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul começaram a realização de audiências on-line com jovens e adolescentes atendidos pelas unidades de Porto Alegre. O atendimento remoto foi articulado e construído em parceria entre a Fase e o Poder Judiciário, que disponibilizou o software para realização das audiências, enquanto a fundação organizou a estrutura e a segurança.

Texto e edição: Secom

Fonte: Portal do Estado do Rio Grande do Sul