Primeira reunião do conselho da rota internacional jesuítica da America do Sul, foi realizada em São Miguel das Missões

Nesta segunda-feira (07), aconteceu a primeira reunião do Conselho Executivo da Rota Internacional Jesuítica da América do Sul, no Tenondé Park Hotel, em São Miguel das Missões, e contou com a participação do governador José Ivo Sartori; do ministro do Turismo, Marx Beltrão; ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra; o secretário da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, Victor Hugo; a secretária de Desenvolvimento Social, Trabalho, Justiça e Direitos Humanos, Maria Helena Sartori; os deputados estaduais Eduardo Loureiro e Juvir Costela; os deputados federais Darcísio Perondi e Luiz Carlos Heinze; o prefeito de São Miguel das Missões, Hilário Casarin; o vice-intendente de La Cruz, departamento de Corrientes, Luiz Calomarde; o ministro do Turismo de Missiones, José Maria Arua; o prefeito de San José, na Bolívia, Germain Cavalleiro; o cacique da aldeia Tekoa Koenju, Aniceto Gonçalves; o secretário de Turismo de Florida, Uruguai, José Gervásio Martinez; prefeitos e vereadores da região, além de autoridades e representantes dos cinco países.

O evento foi organizado pelo Governo do Estado do Rio Grande do Sul, em parceria com a Associação dos Municípios das Missões (AMM), Prefeitura de São Miguel das Missões, por meio da Secretaria de Turismo, e outros apoiadores.

O objetivo do conselho é integrar os 30 povos que congregam as missões jesuíticas – 7 no Brasil, 15 na Argentina e 8 no Paraguai -, para a formação e unificação do projeto ‘Circuito Internacional das Missões Jesuíticas e o Caminho das Missões’, que pretende resgatar a história e refazer os caminhos percorridos pelos índios e os jesuítas. As missões são reconhecidas como Patrimônio da Humanidade, pela UNESCO.

O Brasil, representado pelo Rio Grande do Sul, aderiu ao Acordo de Interesse no dia 13 de julho deste ano, quando o governador Sartori recebeu, no Palácio Piratini, a visita do governador de Itapúa, no Paraguai, Luis Gneiting Dichtiar.

No encontro, foi assinada a carta de adesão ao Programa Global de Crédito para a Integração Regional dos Países da Bacia do Prata no valor de 100 milhões de dólares, com financiamento do BID. Segundo o ministro do Turismo, esse valor deve ser dividido entre os cinco países para que projetos de infraestrutura e integração das rotas sejam executados.  Ocasião bem como o Prefeito Hilário Casarin assinou o Contrato de Concessão de Uso da área de 15.000,00 m² de propriedade do município para a instalação de um Observatório Astronômico com a finalidade de exploração turística, somando-se aos demais atrativos que o município apresenta.

Durante o evento o Prefeito Hilário Casarin, juntamente com o Presidente da Câmara de Vereadores Luiz Rodrigo Ribas, Secretário de Turismo Fabiano Moraes e Secretário de Administração Enio Colleto entregaram vários projetos do munícipio de São Miguel das Missões já cadastrados no SICONV ao Ministro do Turismo, Marx Beltrão, entre eles o projeto de Revitalização da Avenida Antunes Ribas (Cobertura da Rua) e de Revitalização da Praça Guarani, entre outros, solicitando recursos na ordem de R$ 9.575.816,24. Na oportunidade foi reforçado o pedido de viabilização do Projeto de Habitação para os Indígenas ao Ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra.

O governador de Itapúa, no Paraguai, Luis Gneiting, escolhido para ser o presidente do conselho, afirmou que a consolidação das rotas jesuíticas é um trabalho de muitos anos e é uma luta única dos cinco países. Brasil Sartori, Presidente da AMM, ficou com o cargo gestão da comissão.

A próxima reunião do Conselho Executivo deve acontecer entre outubro e novembro, na Bolívia.